Somos todos sacerdotes e temos acesso a Deus

Publicado: 23 de setembro de 2014 por Plínio em Sem categoria
Tags:, , , ,

Como cristãos temos um chamado sacerdotal. Seu sacrifício não foi em vão e nos permitiu achegarmos a Pai. Mas em nossas práticas muitas vezes ignoramos isso.

“Ora, a suma do que temos dito é que temos um sumo sacerdote tal, que está assentado nos céus à destra do trono da majestade, Ministro do santuário, e do verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundou, e não o homem. Porque todo o sumo sacerdote é constituído para oferecer dons e sacrifícios; por isso era necessário que este também tivesse alguma coisa que oferecer. Ora, se ele estivesse na terra, nem tampouco sacerdote seria, havendo ainda sacerdotes que oferecem dons segundo a lei.”

Hebreus 8:1-4

"Ora, a suma do que temos dito é que temos um sumo sacerdote tal, que está assentado nos céus à destra do trono da majestade, Ministro do santuário, e do verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundou, e não o homem. Porque todo o sumo sacerdote é constituído para oferecer dons e sacrifícios; por isso era necessário que este também tivesse alguma coisa que oferecer. Ora, se ele estivesse na terra, nem tampouco sacerdote seria, havendo ainda sacerdotes que oferecem dons segundo a lei." Hebreus 8:1 a 4 No Antigo Testamento relata que os Sacerdotes ofereciam sacrifícios em razão dos pecados do povo, o Tabernáculo fundado por mãos humanas era o lugar de encontro com Deus. Entretanto Deus enviou Jesus seu filho amado à terra para ser o próprio sacrifício vivo. E derramar seu sangue por nossos pecados, note então que já não há mais necessidade de templos criados por homens e nem sacrifícios de sangue e sim de compreendermos que Jesus é o Sacerdote Eterno, vivo, presente, real e Santo. Pois Deus lhe exaltou sobre maneira e agora está a destra do Pai. Ele é o Sacerdote que intercede por nossas orações e suplicas a Deus. Sendo assim, com o sacrifício de Jesus e o véu rasgado, temos total acesso a Deus, não apenas o sumo-sacerdote como definido pela Lei de Moisés. Assim, somos nossos próprios sacerdotes e nada é necessário para comungarmos diretamente com Deus, devido a sua Graça manifesta através de nosso arrependimento.

No Antigo Testamento relata que os Sacerdotes ofereciam sacrifícios em razão dos pecados do povo, o Tabernáculo fundado por mãos humanas era o lugar de encontro com Deus.

Entretanto Deus enviou Jesus seu filho amado à terra para ser o próprio sacrifício vivo.

E derramar seu sangue por nossos pecados, note então que já não há mais necessidade de templos criados por homens e nem sacrifícios de sangue e sim de compreendermos que Jesus é o Sacerdote Eterno, vivo, presente, real e Santo. Pois Deus lhe exaltou sobre maneira e agora está a destra do Pai. Ele é o Sacerdote que intercede por nossas orações e suplicas a Deus.

Sendo assim, com o sacrifício de Jesus e o véu rasgado, temos total acesso a Deus, não apenas o sumo-sacerdote como definido pela Lei de Moisés. Assim, somos nossos próprios sacerdotes e nada é necessário para comungarmos diretamente com Deus, devido a sua Graça manifesta através de nosso arrependimento.

Seguindo esta linha, qual o motivo de você ser tão dependente de um sacerdote. Não teria Cristo vinculo conosco através de seu Espírito? Muitos ignoram este fator e vivem como os hebreus na época da Lei, ao qual dependiam dos sacerdotes para comungar com Deus.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s